Móveis sob medida: saiba como otimizar e aproveitar espaços ao planejar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
móveis sob medida

O que você vai aprender:

O planejamento é um dos grandes segredos para o sucesso e, quando se trata do nosso lar ou espaço corporativo, não seria diferente. Pensando nisso, a opção por móveis sob medida, os conhecidos como planejados, pode ser a resposta para uma boa decoração e funcionalidade do lar. A escolha deste planejamento ainda oferece aos ambientes mais personalização e conforto.

Optando pela estruturação de cada cômodo, com o auxílio de um profissional arquiteto, é possível fornecer um novo ar aos ambientes, além de atender exatamente às necessidades dos moradores, inserindo a personalidade e estilo dos proprietários em cada detalhe do projeto, com moveis sob medida.

De acordo com Graziella Salzedas, arquiteta e cofundadora do escritório Palier Arquitetura e Design, a principal vantagem dos móveis sob medida é o aproveitamento do espaço considerando cada centímetro.

móveis sob medida
Graziella Salzedas, arquiteta e cofundadora do escritório Palier Arquitetura e Design. (foto: arquivo pessoal)

Além disso, a arquiteta conta que é extremamente importante trabalhar em cima do gosto de cada cliente, com detalhes pessoais e sempre pensando no uso do cliente, em como funciona o seu dia a dia para, então, firmar uma parceria com a marcenaria para que atendam este uso da melhor e mais funcional maneira possível.

Em relação a apartamentos, por exemplo, atualmente vemos apartamentos cada vez menores ou plantas com distribuições diferentes com varanda gourmet, lavanderias integradas à cozinha e banheiros e quartos menores.

Para a arquiteta, isso é o que faz com que o maior desafio seja aproveitar os espaços que são deixados em planta por construtoras para que o cliente possa armazenar seus pertences, deixando o projeto bastante funcional.

Segundo Salzedas: “A lavanderia integrada, por exemplo, funciona muito bem quando é bem planejada e se é possível guardar tudo sem que os utensílios, como produtos, baldes e vassouras, fiquem aparentes. Então esses aspectos também são importantes e devem ser pensados”, explica a cofundadora do escritório Palier.

Arquitetura e Marcenaria

Além de pensar a otimização do espaço, outro ponto fundamental traçar estratégias de acordo com o gosto do cliente e o que funciona ou não para ele no dia a dia para que a marcenaria trabalhe para atender esta demanda com moveis planejados.

De acordo com Graziela, o universo da arquitetura reúne experiências que, junto às técnicas da marcenaria, entregam um ótimo resultado. São analisados, por exemplo, altura de vassoura, altura de armário, altura de gabinete, escolha do tanque, entre outros detalhes. “Não é ideal pensar só em ganhar espaço para guardar coisas, mas também conseguir idealizar espaços ideais para guardar cada coisa”, esclarece a arquiteta.

Além da parceria entre estes profissionais para oferecer funcionalidade a um ambiente pequeno, também existem os imóveis mais antigos em que mudanças grandes são necessárias.

Há pouco tempo, por exemplo, tínhamos a ideia de um quarto ou espaço que servia como uma despensa cheia de prateleiras para colocar produtos e alimentos, sem que ficassem aparentes.

Porém, hoje, de acordo com Graziela Salzedas, mesmo comprando um imóvel mais antigo, ninguém deseja perder este espaço, que pode ser uma despenda: “Em razão disso, a gente transforma esses cômodos em armários aparentes, bonitos e que armazenem tudo o que o cliente precisa”.

Portanto, é preciso saber como aproveitar o espaço, como dividir o que vai ser usado, entender realmente a demanda do cliente e projetar em cima disso para obter o melhor resultado não só para o cliente, mas para o profissional também.

Vantagens dos Móveis sob medida

Além dos já citados, a utilização de móveis planejados pode trazer diversos outros benefícios à sua casa e aos usuários. São eles:

  • Otimização do espaço: Com cômodos cada vez menores, os móveis planejados proporcionam o aproveitamento dos pequenos espaços, garantindo funcionalidade.
  • Produção e acabamento: Apostar em móveis planejados permite que você, junto ao arquiteto, escolha o profissional que vai projetar e produzir as peças com materiais de qualidade.
  • Mobiliário padronizado: A possibilidade de padronizar os móveis em cada ambiente do seu imóvel é outra vantagem que contribui para uma melhor dinâmica da casa no cotidiano.

Personalização

Ao falar da otimização do espaço no momento de planejar os móveis, é importante seguir algumas regras diferentes para cômodos distintos, além de estudar a demanda do cliente, avaliando o que ele necessita e o que atrapalha. Afinal, as regras variam de acordo com as demandas do cliente e ditam como o profissional vai escolher e planejar cada espaço e cada móvel.

Graziela ainda explica que a regra básica para uma cozinha, por exemplo, é pensar em um lugar adequado para os alimentos, para os utensílios, panelas, talheres, pratos, louças no geral, entre outros.

De acordo com Salzedas, existem algumas demandas específicas de cada ambiente e, a partir disso, se trabalha para adaptar o uso diário do morador. “No banheiro existe uma regra de não planejar móveis muito altos porque, geralmente, é o lugar que guardamos produtos de acesso diário. Já no quarto podemos explorar armários no alto e em baixo”, expõe a arquiteta.

Ainda segundo Graziela, a otimização depende do espaço: “O incrível da marcenaria sob medida é a possibilidade de transformar cada necessidade. Ela traz um aconchego pela personalização de acordo com os gostos e interesses do cliente, como escolha do material, das cores, dos tons, entre muitos detalhes”.

Oferecer uma experiência diferente no novo lar ou espaço é o principal objetivo do escritório de arquitetura. Para isso, deve-se entender a vida do cliente, a rotina da família para integrar ao projeto, suas necessidades, comparar o lugar antigo com os anseios do novo, entre muitos detalhes de um longo processo. Esta é apenas uma parte do desenvolvimento técnico de um arquiteto.

Já na marcenaria, a atuação é diferente. Não é impossível que uma marcenaria possa atender diretamente um cliente, porém, o arquiteto mergulha no processo exatamente para trazer o conhecimento e experiência que foram colhidos ao longo das conversas e entendimento sobre cada cliente. Para Graziela, “a arquitetura deve entender o subjetivo para entregar o concreto”.

Para mais informações sobre o planejamento de móveis sob medida e como tornar um projeto facilmente executável por marcenarias, acesse aqui nosso conteúdo.

Produzindo sonhos desde 1987

Faça um projeto sem compromisso

O AUTOR

Posts Relacionados